Blog de marialimeira


PERDA

Maria José Limeira

 

Perdi meu amor

na virada do século.

Ao som do bug-wug

do milênio...



Escrito por marialimeira às 22h32
[   ] [ envie esta mensagem ]




SOBRE O LIVRO “CRÔNICAS DO AMANHECER”:

 

Maria:

Parabéns! seu livro: Crônicas do Amanhecer, levou-me a gargalhadas com a "Carta ao Amigo" e tantos outros "causos".

Quando li algumas crônicas tive boas recordações de momentos vividos no início da década de 80 em Brasília, quando o Setor Comercial Sul era um deserto. Amigos jornalistas, redatores e focas sentavam no Di Roma (restaurante) ou em um bar com vista para o famoso Hotel Nacional e o Conic para aliviar o estresse do dia (beber muita cerveja, contar “causos” verídicos e inverídicos) e malhar o Governo na fase de transição da Ditadura Militar para a pseudo-democracia (ou Não?).

Hoje só quero rimar: amor e dor, saudade com insanidade... poemetos toscos, que a internet me permite escrever e o povo ler... hehehe

Maria, obrigada pelo passeio que fiz em suas letras.

Abraços aqui do Cerrado.

Neide Salles



Escrito por marialimeira às 17h04
[   ] [ envie esta mensagem ]




Em Português:

 

AO LONGO DO TEU VENTRE

E. Antonio Torres Glez

 

(Tradução: Maria José Limeira)

 

Como argila negra teu canto se apaixona

pela chuva que escorre entre frutas e trigais,

pelas tardes de outono, por cada rua incerta,

pelas mãos da bruma, pelos frios reproches,

pelos velhos recônditos do calendário e sobre

as janelas que têm as letras do teu nome.

 

Assim como a terra se apaixona pela brisa 

e brame o profundo grito de seus mares

para beijar salgado tuas íntimas promessas,

meu coração se inclina sobre a alvura onde

as lembranças navegam e teu corpo replica

às sôfregas carícias de tua salobra aura.

 

Como as cigarras do tempo se apaixonam,

minha boca se enamora de tuas cumplicidades,

da vermelha rosa, da corola aberta,

da umidade inquieta e o rumor que se esconde

ao longo do teu ventre refulgente e insone

enquanto os astros beijam a escuridão da noite.



Escrito por marialimeira às 00h18
[   ] [ envie esta mensagem ]




En Español:

 

AL FILO DE TU VIENTRE

 

Igual que arcilla negra tu canto se enamora

de la lluvia que corre por zarzas y trigales,

por las tardes de otoño, por cada calle incierta,

por las manos de niebla, por los tibios reproches,

por los rincones viejos del calendario y sobre

las sábanas que tienen las letras de tu nombre.

 

Lo mismo que la tierra del viento se enamora

y sacude el profundo latido de sus mares

para besar salado tus íntimas promesas,

mi corazón se vuelca en la blancura donde

navegan los recuerdos y tu cuerpo responde

a las caricias ávidas de tu viento salobre.

 

Igual que las cigarras del tiempo se enamoran,

se enamora mi boca de tus complicidades,

de la encarnada rosa, de la corola abierta,

de la humedad inquieta y el rumor que se esconde

al filo de tu vientre nacarado e insomne

mientras besan los astros el negro de la noche.

 

E. Antonio Torres Glez.



Escrito por marialimeira às 00h15
[   ] [ envie esta mensagem ]




MINHA LINHA DE CROCHÊ

Maria José Limeira

 

Comecei a tecer minha camisola

(a camisola do dia!).

Já estava quase pronta,

às vésperas do casamento.

Mas, um gatinho treloso

roubou o novelo de lã.

Não foi possível recuperá-lo.

Na hora da cerimônia nupcial,

cheguei nua à igreja,

o noivo já preocupado

e nervoso.

 

Foi a primeira (e última) vez

em que fui Caso de Polícia.

Com direito a algemas

e foto no jornal...

..........

 

GANHEI UM LIVRO!

Maria José Limeira

 

Ganhei um livro de presente.

Foi-me ofertado por um coleguinha

de escola.

Fiquei contente.

Sozinha, no quarto,

desembrulhei o presente.

Era o "Kama Sutra".

 

Puxa vida...

Fiquei decepcionada.

Para dizer que me ama,

era só pronunciar

aquelas palavras mágicas:

-Te amo!

Pra que tanta complicação?

 

 

 



Escrito por marialimeira às 22h42
[   ] [ envie esta mensagem ]




“O mal da ditadura não é o ditador,

 mas, principalmente, o guarda da esquina.”

(Pedro Aleixo)

 

http://gloria.reis.blog.uol.com.br/

 

 



Escrito por marialimeira às 00h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




DE CRÔNICAS & AMANHECERES

 

Maria,

Terminei de ler suas Crônicas do Amanhecer e fiquei impressionado. Realmente superou minhas expectativas. Muito.

O livro é belo. Anotei várias passagens dele que achei maravilhosas. Uma delas, talvez a melhor, é: "Como é que se escreve um bom texto sem a palavra solidão?" Ficou lindo! Parabéns!

O livro é capaz de levar o leitor desde o sorriso à tristeza, com histórias que chegam a ser engraçadas e aquelas que são cheias de melancolia e nostalgia, que, por sinal, acompanha durante todo o livro.

Parabéns Maria!

Adorei!

 

André Felipe Espínola

Recife, 15.12.2006

 

Fonte: Comunidade “Bar do Escritor”

http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=3891757&tid=2501012136382530691&na=2&nst=11

 



Escrito por marialimeira às 19h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




TATUAR A NOITE

Maria José Limeira

 

(Ao amigo Francisco Coimbra)

 

Enrodilhar as trevas

no fundo dos olhos

é embriagar-se no denso

copo vazio.

 

Depois da chuva,

estio.



Escrito por marialimeira às 02h55
[   ] [ envie esta mensagem ]




Eu quero dar a bunda.

 

Bunda!

Quando bundo é vagabundo,

E se bunda, é equipamento,

Com duas bandas

E um orifício ao centro.

Orifício, desejado,

Adorado, idolatrado,

Cobiçado,...

Orifício ao centro,

Orifício, ao centro,

Com cocô,ao centro,

E hemorróida adquirida...

No Brasil é bunda,

Nos states é peito,

Ninguém sabe direito,

O porquê, o defeito,

O desfeito...

Bunda! Minha bunda!

Quer ser tua,

Nem que tu

Sejas japonês...quiçá inglês.

 

E peço em Português!  

 

Autora: Me Morte

 

Fonte: Comunidade “Bar do Escritor”

http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=3891757&tid=2503245328263429666&na=4

 



Escrito por marialimeira às 10h08
[   ] [ envie esta mensagem ]




GATO POR LEBRE

Maria José Limeira

 

Atirei o pau no gato.

Acertei lebre.

Mansão no sentido lato:

casa ou casebre?



Escrito por marialimeira às 20h48
[   ] [ envie esta mensagem ]




FALÁCIA

Maria José Limeira

 

O que eu sou

nada vale.

O que tenho,

muito menos.

Em vez de falar,

se cale.

Mande acenos!

...........

 

ORA TRISTE, ORA CONTENTE

Maria José Limeira

 

Pela mão da Poesia

ando em corda bamba.

Num momento, nostalgia.

No outro instante, samba.

 

Quem vai querer

dançar comigo?



Escrito por marialimeira às 20h47
[   ] [ envie esta mensagem ]




AMOR ATÉ DIZER BASTA

Maria José Limeira

 

Eu até gosto

quando você me segue

pelas trilhas tortas.

Rio do seu olhar pidão.

Aceito sua condição.

 

Mas, na hora H,

você falha

e me trata na base

do safanão.

 

Quem neste mundo aceita

uma coisa dessas?

..........

 

ÁRVORES AMIGAS

Maria José Limeira

 

As árvores são bonitas,

alegres,

fagueiras.

Mas, quando a gente muda

de lugar,

elas se recusam

a nos acompanhar.

 

É por isso que eu sinto

saudade

das árvores ingratas

e traiçoeiras

da minha infância,

nos quintais

que lá ficaram...



Escrito por marialimeira às 20h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




OS HOMENS SÃO FALSOS

Maria José Limeira

 

Os homens se apaixonam

pelas mulheres fatais,

de lábios vermelhos

e vestidos decotados.

 

Mas - ah! - casam-se mesmo

com a feia  e pudica dona de casa,

que sabe lavar,

passar,

cozinhar,

e bordar...

..........

 

ESPERANDO... ESPERANDO...

Maria José Limeira

 

Sempre digo

aos meus amigos:

-Quem espera

não alcança!



Escrito por marialimeira às 20h44
[   ] [ envie esta mensagem ]




"Aquele que botar as mãos sobre mim,

para me governar, é um usurpador,

um tirano.

Eu o declaro meu inimigo."

 

(Pierre-Joseph Proudhon, (1809-1865)

 Francês fundador do Anarquismo)



Escrito por marialimeira às 03h18
[   ] [ envie esta mensagem ]





 

Ninguém pode deter uma idéia, cuja hora chegou.
(Victor Hugo)



Escrito por marialimeira às 01h57
[   ] [ envie esta mensagem ]




POST-MORTEM
Maria José Limeira

Vou morrer.
Mas, deixo na terra
um rastro de estrelas,
uma luz de sonhos,
e esse amor louco
por você,
como assombração
no meio da noite...

..........

ESCREVER PRA QUÊ?
Maria José Limeira

Os livros que escrevi
não servem para nada.
No máximo vão aquecer
corpos nus
de meninos fugidos
dormindo sobre a calçada.
..........

TENTO ESQUECÊ-LO
Maria José Limeira

Pra que lembrar
nossos corpos vadios
sobre a cama,
nossos beijos ardentes
à meia-luz,
nossas mãos,
nossos pés,
nossos sexos,
tudo misturado
como jogo de baralho?

Estamos separados
pelo mar,
ilhados na multidão.
Você não vem.
Eu não vou.

Não mexa com o que está quieto!
...........


CEGUEIRA MOMENTÂNEA
Maria José Limeira

Quando vejo você
de braço dado com a outra,
fico cega.
Mas, continuo a ouvir
seus gemidos,
e sinto seu cheiro.






Escrito por marialimeira às 00h41
[   ] [ envie esta mensagem ]




PÉROLAS DA INTERNET 2

Maria José Limeira

 

Alô, amigos? Devido ao grande sucesso das “Pérolas da Internet 1”, em todas as comunidades e listas de discussão, resolvemos dar continuidade às pesquisas sobre o assunto, e, desta vez, abrindo disputa para saber que pérolas os leitores escolheriam como “campeãs de sabedoria”. Elas são muitas, inquietantes, às vezes tristes, outras zangadas, algumas burras, outras inteligentes, mas sempre-sempre, muito engraçadas.

O desafio está lançado. Quais, dentre essas “pérolas”, vocês escolheriam como a fina flor do besteirol, e como retrato de uma perfomance internáutica chamada Orkut? Não se preocupem, outras melhores virão!

As fontes são as comunidades de Direitos Humanos, Bandido Bom é Bandido Morto, e outras afins. Como sempre, estamos resguardando a autoria, para salvar os autores de vexames e constrangimentos. Todos, aqui, portanto, são “Anônimos” ou “Autores Desconhecidos”.

E, para completar a folia (ou a anarquia?), tomo emprestadas as palavras do escritor português José Saramago, em seu livro genial chamado “O barco de pedra”:

“Depois da bandeira branca, vem o gás lacrimogêneo”.



Escrito por marialimeira às 23h16
[   ] [ envie esta mensagem ]




Mais Pérolas - Cont.

1

Estou vendo que, por trás dessa densa cortina de discordâncias, temos algo em comum, senhores!

2

Bando de hipócritas!

3

Para vender livros as pessoas, desde que o mundo é mundo, fazem coisas absurdas.

4

Quando penso que já vi tudo no Orkut, me deparo com mais essa.

5

Você está se reproduzindo em ordem cronológica inversa, mas é bem verdade que as pessoas histéricas sofrem de reminiscências.

6

Se você não tem nada produtivo para dizer, fique calado. A próxima valerá a tua expulsão.

7

Pra ser carrasco não é preciso ter curso superior.

8

A tortura é algo que repudio, mas se for para garantir a Paz na sociedade, acho que vale.

9

Na minha opinião, quem escreve HAHAHAHAHA está de deboche.

10

Gostaria de saber o que essas pessoas possuem dentro da cabeça. Acho que nem titica de galinha.

11

Um bandido preso já faz desgraças. Avaliem ele solto!

12

Morto não comete crimes.



Escrito por marialimeira às 23h14
[   ] [ envie esta mensagem ]




Mais Pérolas - Cont.

13

Você é tão desprezível que não serve nem para o papel principal das minhas comédias orkutianas.

14

Atira primeiro, e pergunta depois, KCT!

15

Cadê o moderador desta comunidade para excluir os idiotas?

16

Favelado paga IPTU? Favelado paga taxa de incêndio? Favelado paga condomínio?

17

Amigo de bandido é bandido também.

18

Tem gente que não consegue discutir um assunto sério sem partir para a ignorância.

19

Aquele que pensa que matar bandido é a solução é tão bandido quanto qualquer outro.

20

Há comunidades para todos os gostos aqui no Orkut, e é de se esperar que cada um encontre a sua.

21

Eu também concordo que ninguém deve viver em condições sub-humanas. Por isso apoio a pena de morte.

22

Eu não quero dar um tostão para encarcerar essa gente. O melhor esquema é matar mesmo, é mais barato e mais rápido.

23

Eu recomendo que você desabafe sua vida num psicanalista.

24

Você quer igualar santos a demônios.



Escrito por marialimeira às 23h10
[   ] [ envie esta mensagem ]




Mais Pérolas - Final

25

Eu menosprezo os errantes.

26

Tu és um poço de mediocridade mental.

27

Sim. Todos somos ladrões em potencial.

28

Existem honestos, hipócritas e bandidos declarados.

29

Bandido só desiste com argumentos. Eu tenho 15 argumentos no pente, e mais um na reserva.

30

Estou tentando levar a discussão numa boa. Mas, você está insinuando que eu só não roubo por temer a Lei.

31

Não dá para discutir com pessoas radicais.

32

Em primeiro lugar, não sou comunista. Julgo conhecer muito pouco sobre Comunismo para me julgar um. Conheço muito bem o sistema capitalista e falsa democracia, que é o sistema em que eu vivo...

33

Um general que se preze leva consigo duas frases: “O ataque é a melhor defesa” e “Somente a ofensiva conduz à vitória”. No dia em que esses conceitos forem aplicados, o cacete vai comer de esmola e, ligeirinho, a Ordem Nacional se restabelece!



Escrito por marialimeira às 23h06
[   ] [ envie esta mensagem ]




Falem comigo:

marialimeira@yahoo.com.br

Saludos!

Maria José Limeira



Escrito por marialimeira às 23h02
[   ] [ envie esta mensagem ]




lavra/palavra

 

a lavra da palavra quero

quando for pluma

mesmo sendo espora

felicidade uma palavra

quando a lavra explora

 

se é saudade dói

mas não demora

e sendo fauna

linda como a flora

lua luanda

vem não vá embora

 

se for poema

fogo do desejo

quando for beijo

que seja como agora

 

artur gomes

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

http://arturgomes.zip.net

aqui só juras secretas

http://jurassecretas.zip.net

aqui mostra visual de poesia brasileira

http://artugumes.zip.net

entrevista com Artur Gomes na comunidade CF4

http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=1190640&tid=2496412335933063472&na=4

..........

 

LAVRA-PALAVRA-LAVRA

Maria José Limeira

 

Plantei lavouras de rosas.

Colhi dons de girassóis.

Escrevi rimas mimosas:

sóis & luas, luas sós.



Escrito por marialimeira às 17h14
[   ] [ envie esta mensagem ]




eu sou eu

 

ninguém me quer

nas flores do mal me quer

monalisa não me alisa

mallarmé

e é por isso que me chamam

federico baudelaire

um homem metade homem

e a outra metade

você pensa que não é

mas eu não ligo

pode pensar o que quiser

não acha que sou homem

mas também não sou mulher

 

federico baudelaire

http://federicobaudelaire.zip.net

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

..........

 

NÓS & NÓS

Maria José Limeira

 

Não pensem que sou

só uma.

Não achem que sou

igual.

No verão não existe

bruma.

Na história de trancoso,

Lobo Mau.



Escrito por marialimeira às 17h13
[   ] [ envie esta mensagem ]




PÉROLAS DA INTERNET

Maria José Limeira

 

Freqüentamos a internet desde o feliz ano de 1999, quando rendemo-nos  aos encantos do Windows 98, uma maravilha de nosso tempo. Ele passou a fazer parte do cotidiano dos escritores, e do meu dia-a-dia, em substituição à máquina de escrever semi-portátil Smith Corona, velha companheira, que me ajudara a escrever grande parte de minha obra literária. Hoje, somos Windows XP.

Do word cansado, de onde meus textos saíam, com a maior facilidade, numa velocidade incrível, fomos bater à porta das listas de discussão, via internet, onde se trocam textos poéticos, amabilidades e/ou impropérios, dependendo da disposição de espírito de cada um, e dos bons ou maus humores dos dias sombrios ou das manhãs ensolaradas.

Atualmente, nos dedicamos aos deslumbramentos do Orkut, com milhares de pessoas que  se expõem, às vezes fantasiadas, outras, de caras nuas, onde não há privacidade, e nem sempre é possível uma convivência  pacífica, devido à diversidade de idéias e às diferenças. Algumas vezes, o encantamento vira des-bunde, solta as frangas e, na maioria do tempo, sonha.  Como nem só de sonho vive alguém, haja impropério!

Pois foi nas Comunidades Orkut que centralizei minhas pesquisas para ver de que as pessoas são capazes. Digo-vos, sem medo de errar: elas são capazes de tudo! E, para que não duvidem de mim chamando-me de exagerada e mentirosa, eis as “pérolas”  colhidas em várias comunidades.

Não darei nomes aos bois, preferindo divulgá-las como anonimato, e os autores que se encontrem (eles têm, no mínimo, imaginação, isso têm!). A lista de “pérolas” é enorme. Aqui, estão selecionadas apenas as “melhores”:



Escrito por marialimeira às 00h16
[   ] [ envie esta mensagem ]




Pérolas - Continuação

1.

Vocês, libertários, estão destruindo a Nação!

2.

Sou de extrema direita. Ultra-conservador.

3.

Se tivesse pena de morte, quem iria ser criminoso?

4.

Como eu tenho nojo desses petistas-modinhas...

5.

Quem se sentir ofendido que procure seus direitos.

6.

Deixa o pau comer. Se na vida real fosse permitido deletar os inconvenientes, seria o sonho de consumo da burguesia fascista.

7.

Liberdade para  debater não inclui liberdade para inviabilizar ou avacalhar o debate. Fui suficientemente claro?

8.

Interessante. Nessa comunidade, estamos conseguindo que tópicos se reproduzam em cativeiro.

9.

Quem apedreja as mulheres são os boiolas e as mulheres que nunca gozaram com um homem de verdade na cama.

10.

Viva o militarismo!

11.

A inversão de valores mata o contribuinte.

12

Quem é você para pontuar debates, cara? “Ponto final” uma pinóia!

13

Putaquipariu, isso me irrita!

14

Você é a imbecilidade em pessoa.

15.

Não vou discutir com alienados que se acham donos da razão.

16.

Você é um alarmista de quinta categoria.



Escrito por marialimeira às 00h15
[   ] [ envie esta mensagem ]




Pérolas - Continuação

17.

Sabe, se eu fosse um sujeito menos calmo e ponderado, eu te xingaria.

Aliás, você merece!

18.

Blá... blá... blá... blá... blá... blá... blá... blá..........

19.

E se você quer partir para o ataque pessoal, ao invés de debater meus argumentos, bem, nada me impede de te chamar de “mulher de bandido”.

20.

Tem gente que vive em um mundo de Mágico de Oz!

21.

Já pude perceber que a tática usada pelos covardes de plantão desta comunidade é de se omitir.

22.

Você sabe a diferença entre um homem e um macho?

23.

Esses pseudo-intelectualóides não têm o que fazer, na falta de argumentos, ficam atacando os outros.

24.

Sou estudante de Direito e, com certeza, a quantidade de livros que você leu, durante toda a vida, eu li em um mês.

25.

Fiquei impressionada com a tua dedicação à minha pessoa. Infelizmente, não tenho tempo para me ocupar de você com o mesmo afinco.

26.

Pelo amor de Deus, vamos ser mais adultos e parar de acreditar em Contos de Fadas!



Escrito por marialimeira às 00h11
[   ] [ envie esta mensagem ]




Pérolas - Final

27.

Sugiro que você escreva um e-mail ao senador Suplicy. Ele, que defende tanto os presos do PCC, deveria ter-se interessado pelo seu caso.

28.

Pena que a tortura é praticada pelos criminosos para com suas vítimas, mas ninguém denuncia. Só sabem denunciar quando um policial dá uma palmadinha na mão dos bandidos.

29.

Você não vale o meu ibope.

30.

Cansei de falar palavras ao vento. Esses beijos que você me mandou, os dispenso plenamente. Quero somente os beijos da minha namorada, que você chamou de “hermafrodita”.

31.

A porta da rua é a serventia da casa. Sua insignificante presença não irá fazer falta aqui.

32.

Trocando em miúdos, se me acusam de idiota, reacionário, entre outros palavrões, minimamente, chamo-lhes de vagabundos, defensores de bandidos, amantes de bandidos, odiadores da polícia, admiradores do PCC, fãs do Marcola, caluniadores do Jair Bolsonaro e do saudoso e querido Coronel Ubiratan, falsos moralistas, pseudo-intelectualóides, sonhadores...

33.

Mantenha a cidade limpa. Mate um bandido por dia.



Escrito por marialimeira às 00h07
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Mulher, Portuguese, Arte e cultura
Histórico
  01/05/2012 a 31/05/2012
  01/03/2012 a 31/03/2012
  01/02/2012 a 29/02/2012
  01/12/2011 a 31/12/2011
  01/11/2011 a 30/11/2011
  01/10/2011 a 31/10/2011
  01/09/2011 a 30/09/2011
  01/07/2011 a 31/07/2011
  01/05/2011 a 31/05/2011
  01/04/2011 a 30/04/2011
  01/03/2011 a 31/03/2011
  01/02/2011 a 28/02/2011
  01/01/2011 a 31/01/2011
  01/12/2010 a 31/12/2010
  01/11/2010 a 30/11/2010
  01/10/2010 a 31/10/2010
  01/09/2010 a 30/09/2010
  01/08/2010 a 31/08/2010
  01/07/2010 a 31/07/2010
  01/06/2010 a 30/06/2010
  01/05/2010 a 31/05/2010
  01/04/2010 a 30/04/2010
  01/03/2010 a 31/03/2010
  01/02/2010 a 28/02/2010
  01/01/2010 a 31/01/2010
  01/12/2009 a 31/12/2009
  01/11/2009 a 30/11/2009
  01/10/2009 a 31/10/2009
  01/09/2009 a 30/09/2009
  01/08/2009 a 31/08/2009
  01/06/2009 a 30/06/2009
  01/04/2009 a 30/04/2009
  01/03/2009 a 31/03/2009
  01/02/2009 a 28/02/2009
  01/01/2009 a 31/01/2009
  01/08/2008 a 31/08/2008
  01/07/2008 a 31/07/2008
  01/06/2008 a 30/06/2008
  01/05/2008 a 31/05/2008
  01/04/2008 a 30/04/2008
  01/02/2008 a 29/02/2008
  01/01/2008 a 31/01/2008
  01/12/2007 a 31/12/2007
  01/11/2007 a 30/11/2007
  01/10/2007 a 31/10/2007
  01/09/2007 a 30/09/2007
  01/08/2007 a 31/08/2007
  01/07/2007 a 31/07/2007
  01/06/2007 a 30/06/2007
  01/05/2007 a 31/05/2007
  01/04/2007 a 30/04/2007
  01/03/2007 a 31/03/2007
  01/02/2007 a 28/02/2007
  01/01/2007 a 31/01/2007
  01/12/2006 a 31/12/2006
  01/11/2006 a 30/11/2006
  01/10/2006 a 31/10/2006
  01/09/2006 a 30/09/2006
  01/08/2006 a 31/08/2006
  01/07/2006 a 31/07/2006


Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  Maria José Limeira & Amigos
  Dicionário de Direitos Humanos
  Educação Ambiental
  Francisco Coimbra
  Observatório da Infância
  Noite sombria
  Rosangela_Aliberti
  Jorge Vicente
  Balaio de Letras
  Dôra Limeira
  Dira Vieira
  O Bule
  Luiz de Aquino
  Geraldes de Carvalho
  Glauber Vieira
  Algo mais além de livros
  Planeta Sustentável
  Poeta Linaldo Guedes
  El Theatro
Votação
  Dê uma nota para meu blog