Blog de marialimeira


OLHOS DE GATO

Maria José Limeira

 

Ao amigo Luís Monteiro da Cunha

 

No alto dos teus olhos

fascinados,

recorta-se um céu

que se alonga,

reborda-se um sol

verso e  milonga.

e cai dentro da noite,

solidéu.

 

Ao longo dos teus olhos

abismados,

transborda um rio largo

que se abruma,

despenha-se na areia

qual espuma

e vai cismar sozinho

seu amargo.

 

No longe dos teus olhos

o mar se esconde

além do brilho fosco

do luar.

São asas que se vão

não sei pra onde.

São pássaros voláteis

teu olhar.

 

 

 



Escrito por marialimeira às 20h55
[   ] [ envie esta mensagem ]




Chegando...

.

chego agora alquebrada,

com um braço na tipóia.

pois estou acidentada,

sem veneno da jibóia.

(maria josé limeira)

...........

 

 

quando brigo, me enfureço.

quando amo, beijo dou-lhe.

quando bebo, me entonteço.

e na paixão? descontrole!

(maria josé limeira)



Escrito por marialimeira às 00h42
[   ] [ envie esta mensagem ]




Trovinhas

com os que aqui estão

faço roda de ciranda.

eu só fumo se me dão.

para frente é que se anda.

(maria josé limeira)

...........

 

 

gosto de missa e de reza.

gosto de amar no escuro.

em todo céu que se preza

homem tem  que ter pau duro.

(maria josé limeira)

............

 

 

que não se fique parado

é o que manda a lei maior.

em toda canção que é fado,

antes do mi vem o dó.

(maria josé limeira)

............

 

 

se navegar nas estrelas

fosse a melhor solução,

eu não estaria a vê-las

pra curar meu coração.

(maria josé limeira)



Escrito por marialimeira às 00h40
[   ] [ envie esta mensagem ]




Trovinhas

que me ensinem muito mais

a mim que só sei bem menos.

pois os tais versos haikais

são poemetos serenos.

(maria josé limeira)

..........

 

 

fazê-los sei que não devo.

mas haikais são desafios.

ao longe chamo longevo.

à loucura, desvarios.

(maria josé limeira)

..........

 

 

na valsa, só lentidão.

no xaxado, arrasta-pé.

poucos  homens no salão.

a maioria é mulher...

(maria josé limeira)

.............

 

 

quem rala trabalha duro.

quem rola mais se diverte.

quem batalha cobre furo

e quem mais lida se entrete.

(maria josé limeira)



Escrito por marialimeira às 00h37
[   ] [ envie esta mensagem ]




Trovinhas

cantando uma cantiga

num verso bem rebuscado,

espero que alguém me diga

o que é reino encantado.

(maria josé limeira)

...........

 

 

de repente, acaba a luz.

mas no túnel clarão rebrilha.

esta vida é uma cruz

que se guarda na virilha.

(maria josé limeira)

...........

 

 

partindo...

 

como já dei meu recado,

aceitem minha partida.

se recado já está dado,

vou cuidar da minha vida.

(maria josé limeira)

 

 

FIM

 

Fonte:

Comunidade orkut ‘Trovadores noturnos’



Escrito por marialimeira às 00h35
[   ] [ envie esta mensagem ]




O POÇO E O PÊNDULO

 

Esticou em um prato a metade primeira de si próprio.

 

Inalado, percorreu em direção ao cérebro um trajeto perpendicular ao abismo; foi quando se deu conta de que precisava de mais de si. Cheirou-se.

 

Em meio à euforia de cores e desatinos - seguidos de alguns minutos para reflexão -, lembrou-se de que cheirava, ali, o Renoir adquirido por sugestão de uma das filhas, assim como já cheirara ternos, motos, a Fender autografada por Clapton... prato limpo!

 

Há dias naquela espelunca, sozinho e em fim de carreira, descobriu que cheirava mal.

 

Muryel De Zoppa

http://recantodasletras.uol.com.br/autor.php?id=30461

 



Escrito por marialimeira às 17h46
[   ] [ envie esta mensagem ]




poema de uma linha só

a rosa, quando ri, chora.

maria josé limeira


Escrito por marialimeira às 21h46
[   ] [ envie esta mensagem ]




SEM CARONA...

Morgana Pessoa

 

Marcelino perdeu o emprego hoje. Era mototaxista. Trabalhou nisso durante dois anos e estava juntando dinheiro para comprar a sua moto e trabalhar por conta própria.

 

- Assim, para empresa, a gente não consegue ganhar grandes coisas.

 

Mas era melhor que nada. Marcelino agora está desempregado.

 

Apesar de todos os esforços para a regulamentação do transporte alternativo no Estado do Rio de Janeiro, ele está prestes a ser exterminado e os mototaxistas estão em estado de alerta. O Governador Sérgio Cabral ameaça seguir o exemplo da Colômbia – como se a Colômbia fosse exemplo a ser seguido – e proibir a "carona" nas motos, ou seja,

levar a namorada para uma voltinha de moto pela cidade será coisa do passado – Bons tempos, aqueles! -, assim como o emprego do Marcelino, entre outros.

 

Diz o Governador que são os caronas nas motos que utilizam as armas para assaltar o cidadão, assim, acabando com as caronas, acabam os assaltos. Só rindo! É o mesmo que "amaldiçoar o sofá da sala pelo adultério alheio".

 

Seguindo a mesma lógica, concluímos que se o tráfico de drogas tem sua base nas favelas cariocas, acabamos com as favelas; se as crianças de rua estão fora das escolas, acabamos com as crianças de rua; se a população de rua não tem casa para morar, acabamos com a população de rua. Se o alvo dos assaltantes são os cidadãos, acabamos com os cidadãos. O problema são os métodos de extermínio que seriam utilizados. Tenho até medo de pensar.

 

Ajude-me, leitor, a imaginar como seria, por exemplo, um Rio de Janeiro sem ônibus. Sim, sem ônibus, se o Governador entender que eliminando o transporte coletivo estaria eliminando totalmente os índices de assaltos a ônibus, tão comuns quanto os realizados pelos bandidos motociclistas em lombadas eletrônicas. Aliás, alguém já pensou em acabar com tais lombadas?

 

E para acabar com acidentes nas est radas? Acabam com as estradas, ora essa!

Aliás, deve ser por isso que as rodovias estão no estado em que se encontram. Deve ser o governo tentando acabar com os acidentes, acabando com as estradas.

 

Marcelino não sabe o que fazer – "Não sou bandido!" - e parece que Governador Sérgio Cabral também não.

..........

esta e outras crônicas ilustradas estão no Blogue da Morgana, em

http://morganapessoa.blogspot.com

 



Escrito por marialimeira às 14h32
[   ] [ envie esta mensagem ]




grave acidente...

sofri acidente grave, fiz cirurgia urgente, com anestesia geral. estou teclando com uma  mão só.

não posso dar mais detalhes. tudo é muito lento. não sei quando retornarei. sinto muito...

saudades e saludos.

maria josé limeira.



Escrito por marialimeira às 00h10
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Mulher, Portuguese, Arte e cultura
Histórico
  01/05/2012 a 31/05/2012
  01/03/2012 a 31/03/2012
  01/02/2012 a 29/02/2012
  01/12/2011 a 31/12/2011
  01/11/2011 a 30/11/2011
  01/10/2011 a 31/10/2011
  01/09/2011 a 30/09/2011
  01/07/2011 a 31/07/2011
  01/05/2011 a 31/05/2011
  01/04/2011 a 30/04/2011
  01/03/2011 a 31/03/2011
  01/02/2011 a 28/02/2011
  01/01/2011 a 31/01/2011
  01/12/2010 a 31/12/2010
  01/11/2010 a 30/11/2010
  01/10/2010 a 31/10/2010
  01/09/2010 a 30/09/2010
  01/08/2010 a 31/08/2010
  01/07/2010 a 31/07/2010
  01/06/2010 a 30/06/2010
  01/05/2010 a 31/05/2010
  01/04/2010 a 30/04/2010
  01/03/2010 a 31/03/2010
  01/02/2010 a 28/02/2010
  01/01/2010 a 31/01/2010
  01/12/2009 a 31/12/2009
  01/11/2009 a 30/11/2009
  01/10/2009 a 31/10/2009
  01/09/2009 a 30/09/2009
  01/08/2009 a 31/08/2009
  01/06/2009 a 30/06/2009
  01/04/2009 a 30/04/2009
  01/03/2009 a 31/03/2009
  01/02/2009 a 28/02/2009
  01/01/2009 a 31/01/2009
  01/08/2008 a 31/08/2008
  01/07/2008 a 31/07/2008
  01/06/2008 a 30/06/2008
  01/05/2008 a 31/05/2008
  01/04/2008 a 30/04/2008
  01/02/2008 a 29/02/2008
  01/01/2008 a 31/01/2008
  01/12/2007 a 31/12/2007
  01/11/2007 a 30/11/2007
  01/10/2007 a 31/10/2007
  01/09/2007 a 30/09/2007
  01/08/2007 a 31/08/2007
  01/07/2007 a 31/07/2007
  01/06/2007 a 30/06/2007
  01/05/2007 a 31/05/2007
  01/04/2007 a 30/04/2007
  01/03/2007 a 31/03/2007
  01/02/2007 a 28/02/2007
  01/01/2007 a 31/01/2007
  01/12/2006 a 31/12/2006
  01/11/2006 a 30/11/2006
  01/10/2006 a 31/10/2006
  01/09/2006 a 30/09/2006
  01/08/2006 a 31/08/2006
  01/07/2006 a 31/07/2006


Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  Maria José Limeira & Amigos
  Dicionário de Direitos Humanos
  Educação Ambiental
  Francisco Coimbra
  Observatório da Infância
  Noite sombria
  Rosangela_Aliberti
  Jorge Vicente
  Balaio de Letras
  Dôra Limeira
  Dira Vieira
  O Bule
  Luiz de Aquino
  Geraldes de Carvalho
  Glauber Vieira
  Algo mais além de livros
  Planeta Sustentável
  Poeta Linaldo Guedes
  El Theatro
Votação
  Dê uma nota para meu blog