Blog de marialimeira


 

ESTAÇÃO DAS ÁGUAS

Maria José Limeira

 

Nas águas sujas do riacho,

há umas letras infectas

que dizem assim:

- Sossega, ainda não terminou.

Poema triste não tem fim.



Escrito por marialimeira às 17h04
[   ] [ envie esta mensagem ]




 

SONHOS

Maria José Limeira

 

Eu quis prender o infinito,

morar em casa de luxo,

fazer topless na zona urbana,

comer rapadura com feijão,

casar com príncipe encantado,

ser feliz.

Mas o que consegui mesmo

foi essa convivência zangada

com os meus silêncios.



Escrito por marialimeira às 17h02
[   ] [ envie esta mensagem ]




 

RECUSO-ME A DIZER ADEUS

Maria José Limeira

 

Não existe coisa mais irritante

do que saber:

o mundo não  se acaba

depois que a gente vai embora.



Escrito por marialimeira às 17h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




 

Para quando falarmos das guerras

Alipio Freire

São Paulo, 3 de janeiro de 2009

 

 

Quando falarmos das guerras

sejamos contidos

 

A simples emoção só ampliará os conflitos.

 

Quando falarmos das guerras

baixemos o tom

 

milhões de filhos de trabalhadores e do povo morrem nas trincheiras

por causas que não são suas.

 

Quando falarmos das guerras

falemos com recato

 

Para não acordarmos os meninos que dormem

nas frentes de batalha.

 

Respeitemos seu último sono.

 

Quando falarmos das guerras

falemos com todo respeito

 

Para transformarmos o desespero de mães, viúvas e órfãos

em gritos de paz.

 

Quando falarmos das guerras

não esqueçamos que o inimigo é a guerra

 

Os nossos únicos companheiros

são os povos.

 

Quando falarmos das guerras

falemos da igualdade entre os homens

 

Comecemos por apagar as fronteiras nacionais.

 

Quando falarmos das guerras

Lembremos que o inimigo alimenta os dois lados

 

É o capital.

 

Quando falarmos das guerras

Lembremos que só há uma trincheira legítima

 

A de nos negarmos a combater.

Quando falarmos das guerras

saquemos nossa melhor arma

 

A bandeira da paz e do socialismo.

 

Falar das guerras é o avesso

de falarmos da Revolução

 

Embora nossos companheiros e palavras-de-ordem

sejam sempre os mesmos.

 



Escrito por marialimeira às 12h51
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Mulher, Portuguese, Arte e cultura
Histórico
  01/05/2012 a 31/05/2012
  01/03/2012 a 31/03/2012
  01/02/2012 a 29/02/2012
  01/12/2011 a 31/12/2011
  01/11/2011 a 30/11/2011
  01/10/2011 a 31/10/2011
  01/09/2011 a 30/09/2011
  01/07/2011 a 31/07/2011
  01/05/2011 a 31/05/2011
  01/04/2011 a 30/04/2011
  01/03/2011 a 31/03/2011
  01/02/2011 a 28/02/2011
  01/01/2011 a 31/01/2011
  01/12/2010 a 31/12/2010
  01/11/2010 a 30/11/2010
  01/10/2010 a 31/10/2010
  01/09/2010 a 30/09/2010
  01/08/2010 a 31/08/2010
  01/07/2010 a 31/07/2010
  01/06/2010 a 30/06/2010
  01/05/2010 a 31/05/2010
  01/04/2010 a 30/04/2010
  01/03/2010 a 31/03/2010
  01/02/2010 a 28/02/2010
  01/01/2010 a 31/01/2010
  01/12/2009 a 31/12/2009
  01/11/2009 a 30/11/2009
  01/10/2009 a 31/10/2009
  01/09/2009 a 30/09/2009
  01/08/2009 a 31/08/2009
  01/06/2009 a 30/06/2009
  01/04/2009 a 30/04/2009
  01/03/2009 a 31/03/2009
  01/02/2009 a 28/02/2009
  01/01/2009 a 31/01/2009
  01/08/2008 a 31/08/2008
  01/07/2008 a 31/07/2008
  01/06/2008 a 30/06/2008
  01/05/2008 a 31/05/2008
  01/04/2008 a 30/04/2008
  01/02/2008 a 29/02/2008
  01/01/2008 a 31/01/2008
  01/12/2007 a 31/12/2007
  01/11/2007 a 30/11/2007
  01/10/2007 a 31/10/2007
  01/09/2007 a 30/09/2007
  01/08/2007 a 31/08/2007
  01/07/2007 a 31/07/2007
  01/06/2007 a 30/06/2007
  01/05/2007 a 31/05/2007
  01/04/2007 a 30/04/2007
  01/03/2007 a 31/03/2007
  01/02/2007 a 28/02/2007
  01/01/2007 a 31/01/2007
  01/12/2006 a 31/12/2006
  01/11/2006 a 30/11/2006
  01/10/2006 a 31/10/2006
  01/09/2006 a 30/09/2006
  01/08/2006 a 31/08/2006
  01/07/2006 a 31/07/2006


Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  Maria José Limeira & Amigos
  Dicionário de Direitos Humanos
  Educação Ambiental
  Francisco Coimbra
  Observatório da Infância
  Noite sombria
  Rosangela_Aliberti
  Jorge Vicente
  Balaio de Letras
  Dôra Limeira
  Dira Vieira
  O Bule
  Luiz de Aquino
  Geraldes de Carvalho
  Glauber Vieira
  Algo mais além de livros
  Planeta Sustentável
  Poeta Linaldo Guedes
  El Theatro
Votação
  Dê uma nota para meu blog