Blog de marialimeira


CAVALO QUEIMADINHO (2)

 

Umas o beijam.

Outras o cheiram.

Abraçam-no.

O cavalo Queimadinho

adora crianças!

 

(Maria José Limeira)

..........

 

ELIZAS & MÉRCIAS

 

Não sei por que elas confiam

em Brunos, Macarrões e MizaelBispos

e só reconhecem o erro

tarde demais.

 

(Maria José Limeira)

..........

 

BRUNOS. MACARRÕES, MIZAELBISPOS

 

Matar. Matar. Matar.

Esconder cadáveres.

Rir das dores alheias.

Zombar da Justiça.

Inocentes?

(Maria José Limeira)



Escrito por marialimeira às 21h10
[   ] [ envie esta mensagem ]




LUTO

 

Pássaros que ensinaram

ao homem

a densidade do ar

já não podem voar.

Foram pintados de preto.

 

(Maria José Limeira)

,,,,,,,,,,

 

MAR-REVOLTO

 

Pingüins abandonam

o mar gelado

e morrem nos braços das morenas

em quentura tropical.

 

(Maria José Limeira)



Escrito por marialimeira às 21h06
[   ] [ envie esta mensagem ]




EXTINÇÃO

 

Se um dia dizimarem

todos os tigres

da face da terra,

eu vou virar onça-pintada.

 

(Maria José Limeira)

 



Escrito por marialimeira às 10h09
[   ] [ envie esta mensagem ]




AMADO & DES-AMADO

 

Quem ama quer

reciprocidade.

Mas...

nem sempre a recíproca

torna-se realidade.

 

(Maria José Limeira)

..........

 

TOPO

 

Pobre que sobe muito na vida

chega lá em cima

e indaga à perplexidade:

“- O que é que eu estou fazendo aqui?”

 

(Maria José Limeira)



Escrito por marialimeira às 09h59
[   ] [ envie esta mensagem ]




CAVALO  QUEIMADINHO

 

Pangaré de olhar triste

observa ao redor,

pergunta preocupado:

“- Será que vale a pena?”

 

(Maria José Limeira)

..........

 

ANIMAIS

 

Há mais afeto no elefante

do que naqueles amigos

que nos dizem:

“- Como vai?”

 

Maria José Limeira



Escrito por marialimeira às 09h56
[   ] [ envie esta mensagem ]




DES-AMOR & DES-ESPERO

 

Amar é

desestabilizar cosmo;

sacudir poeira de estrelas;

dar murros ao vento;

carpir-se em cais de solidão.

 

(Maria José Limeira)

..........

 

PROCURA-SE

 

No beco estreito e úmido,

gatinhos-filhotes abandonados

chamam pela mãe.

Mãe. Mãe. Mãe...

 

(Maria José Limeira)



Escrito por marialimeira às 09h54
[   ] [ envie esta mensagem ]




AH ESPAÇO SIDERAL

 

Quão grande és!

Quanto a mim, sou

pequeno grão de areia

encarcerado

no semi-árido global.

 

(Maria José Limeira)

..........

 

DES-AFETO

Quem ama

sem ser amado

desce às profundas

do inferno

e clama

sem remissão.

 

(Maria José Limeira)



Escrito por marialimeira às 09h51
[   ] [ envie esta mensagem ]




PROSCRIÇÃO

 

Os assassinados

voltam à terra

para assombrar as noites

dos impunes reintegrados.

 

(Maria José Limeira)

..........

 

VINGANÇA

 

No homem desprezado,

nascem chifres maiores

que nos gados

do estouro da boiada.

 

(Maria José Limeira)



Escrito por marialimeira às 09h48
[   ] [ envie esta mensagem ]




DES-INTEGRAÇÃO

 

Depois do ribombo,

a flor rompe o ar.

Nada mais há.

O que não foi 

jamais sê-lo-á.

 

(Maria José Limeira)

..........

 

CATA-PULTA

 

Bola de fogo

atravessou o caminho

na mesma hora

do porco-espinho.

 

(Maria José Limeira)



Escrito por marialimeira às 09h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




TE VI TV

 

Na tela incendiada,

assassinos,

estripadores,

estupradores.

Inocentes?

 

(Maria José Limeira)

..........

 

IN-FORMAÇÃO

 

Siga em frente.

Dobre à direta.

Caia no abismo.

Voe.

 

(Maria José Limeira)



Escrito por marialimeira às 23h03
[   ] [ envie esta mensagem ]




 

FILME DE TERROR (1)

(reescrito)

 

Pior que filme de terror

é ver ao redor:

o Mizael Bispo solto,

crianças na rua

comendo lixo,

professoras malvadas

em salas de aula,

ladrões de gravata

mandando no País,

impunemente...

 

(Maria José Limeira) 

 



Escrito por marialimeira às 22h55
[   ] [ envie esta mensagem ]




FILME DE TERROR (2)

 

Elizas mortas.

Mércias também.

Mizael Bispo solto.

Brunos & macarronadas.

Saladas amargas.

 

(Maria José Limeira)  



Escrito por marialimeira às 22h53
[   ] [ envie esta mensagem ]




FILME DE TERROR (3)

 

Criminosos incontestes

gritam ao deus-dará:

Eu só quero matar,

matar, matar, matar...

 

(Maria José Limeira)



Escrito por marialimeira às 22h52
[   ] [ envie esta mensagem ]




POEMA PARA DANIELE VILAR, FONOAUDIÓLOGA

 

Quem grita perde-se

em desordens de cidade.

Quem sussurra clama.

Quem emudece exila-se

em regaços de silêncio.

 

Maria José Limeira

João Pessoa, 15.07.2010



Escrito por marialimeira às 19h19
[   ] [ envie esta mensagem ]




POEMA PARA PATRÍCIA MONTENEGRO, FISIOTERAPEUTA

 

As mãos que enleiam

o corpo na massagem

perfumam o ar

com cheiro de folhas.

Açucenas de olhos azuis

vigiam  e acautelam-se:

que não nos abismemos.

 

Maria José Limeira

João Pessoa, 10.07.2010



Escrito por marialimeira às 19h17
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Mulher, Portuguese, Arte e cultura
Histórico
  01/05/2012 a 31/05/2012
  01/03/2012 a 31/03/2012
  01/02/2012 a 29/02/2012
  01/12/2011 a 31/12/2011
  01/11/2011 a 30/11/2011
  01/10/2011 a 31/10/2011
  01/09/2011 a 30/09/2011
  01/07/2011 a 31/07/2011
  01/05/2011 a 31/05/2011
  01/04/2011 a 30/04/2011
  01/03/2011 a 31/03/2011
  01/02/2011 a 28/02/2011
  01/01/2011 a 31/01/2011
  01/12/2010 a 31/12/2010
  01/11/2010 a 30/11/2010
  01/10/2010 a 31/10/2010
  01/09/2010 a 30/09/2010
  01/08/2010 a 31/08/2010
  01/07/2010 a 31/07/2010
  01/06/2010 a 30/06/2010
  01/05/2010 a 31/05/2010
  01/04/2010 a 30/04/2010
  01/03/2010 a 31/03/2010
  01/02/2010 a 28/02/2010
  01/01/2010 a 31/01/2010
  01/12/2009 a 31/12/2009
  01/11/2009 a 30/11/2009
  01/10/2009 a 31/10/2009
  01/09/2009 a 30/09/2009
  01/08/2009 a 31/08/2009
  01/06/2009 a 30/06/2009
  01/04/2009 a 30/04/2009
  01/03/2009 a 31/03/2009
  01/02/2009 a 28/02/2009
  01/01/2009 a 31/01/2009
  01/08/2008 a 31/08/2008
  01/07/2008 a 31/07/2008
  01/06/2008 a 30/06/2008
  01/05/2008 a 31/05/2008
  01/04/2008 a 30/04/2008
  01/02/2008 a 29/02/2008
  01/01/2008 a 31/01/2008
  01/12/2007 a 31/12/2007
  01/11/2007 a 30/11/2007
  01/10/2007 a 31/10/2007
  01/09/2007 a 30/09/2007
  01/08/2007 a 31/08/2007
  01/07/2007 a 31/07/2007
  01/06/2007 a 30/06/2007
  01/05/2007 a 31/05/2007
  01/04/2007 a 30/04/2007
  01/03/2007 a 31/03/2007
  01/02/2007 a 28/02/2007
  01/01/2007 a 31/01/2007
  01/12/2006 a 31/12/2006
  01/11/2006 a 30/11/2006
  01/10/2006 a 31/10/2006
  01/09/2006 a 30/09/2006
  01/08/2006 a 31/08/2006
  01/07/2006 a 31/07/2006


Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  Maria José Limeira & Amigos
  Dicionário de Direitos Humanos
  Educação Ambiental
  Francisco Coimbra
  Observatório da Infância
  Noite sombria
  Rosangela_Aliberti
  Jorge Vicente
  Balaio de Letras
  Dôra Limeira
  Dira Vieira
  O Bule
  Luiz de Aquino
  Geraldes de Carvalho
  Glauber Vieira
  Algo mais além de livros
  Planeta Sustentável
  Poeta Linaldo Guedes
  El Theatro
Votação
  Dê uma nota para meu blog